Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

damas2



Segunda-feira, 21.09.09

Mate a descoberto, sempre e sempre - (O leitor é convidado a interagir!)

Por Luís Xavier

Não raras vezes enquanto vejo televisão, e se o programa não requer cuidada atenção, vou revendo coisas damísticas.

Desta vez fui dar uma olhada a uma selecção de trabalhos subordinados ao tema mate a descoberto. O nome do tema foi tomado do xadrez pelo dr. OAL. Naquele jogo, tanto na prática como no problemismo, qualquer lance que descubra (movida que permite expandir o raio de acção duma peça – dita encoberta) uma peça para que ataque outra, de maior valor, é sempre considerado extremamente perigoso. E quando é o rei o alvejado, então pode ocorrer o mate, o que é em geral o objectivo num problema. Nas damas o efeito é igualmente dramático, sendo que neste o jogo é a derrota culmina o dito “mate” a descoberto. Mate, que significa, morte do rei, aqui equivale ao lance que dita a derrota do executado) e a vitória do executor.

Jorge Gomes Fernandes foi o problemista que mais se deixou encantar pelo mate a descoberto; conheço cerca de CENTO E NOVENTA problemas e finais rematados com ele, dos quais cerca de TRINTA são do Jorge. Portanto dois dos mais categorizados compositores de sempre aliaram-se para forjar algo de grande interesse. Um baptizou-o, o outro desenvolveu-o!

Mas o problema que me reteve a atenção foi um publicado em 1961 da autoria de Antero M. Gomes. Ei-lo: (03), (10), 20, 22 x 06, (18), 27, 30, 31 JBG.

Este trabalho veio na esteira dum outro, de 1959, bem mais interessante, do mesmo autor.

Tendo o outro em mente, julguei ver neste a possibilidade de o valorizar com o acréscimo dum lance e sobretudo duma variante! Mas para que a minha ideia fosse viável o pb. da #20 não podia estar em falso. E por acaso havia uma cura fácil: colocar um “apêndice” na #16. E então apareceu no tabuleiro:

matedesc.jpg

Jogam brancas e ganham

Da elaboração mental à realidade concreta às vezes vai um passo. Noutras, um trambolhão!

Mas havia que comprovar... Aqui entra o leitor. Primeiro: Descubra a solução. Segundo: Verifique algo imperfeito.

Espero que o leitor dê conta do recado. Se sim, terá a confirmação quando voltar ao caso. Se não, paciência... para esperar pela minha resposta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 18:18



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930