Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

damas2



Segunda-feira, 29.12.08

Memória sobre a Regra dos 20 lances - (resumo dos principais factos)

Por Luís Xavier

1) Foi criada pelo dr. Sena Carneiro que a apresentou e defendeu a páginas 1916 da revista Enciclopédia Damista (Junho de 1978) (a);  

2) A então dita “lei dos 20 lances” foi assim formulada pelo seu autor: “Logo que no tabuleiro surja qualquer posição com o máximo de 4 (quatro) peças de cada lado, sendo pelo menos uma dessas 4 peças (de cada lado) dama, aplica-se a lei dos 20 lances.” (b);

3) A “lei dos 20 lances” passou (em 1978) a ser a terceira regra limitadora de lances, isto é, aplicar-se-ia a todos os finais que não a forçada (3 damas e posse do rio x dama) a ser resolvido em 12 lances, e o saque de peão ou simplesmente saque [2D+P(02) ´ D+P(09)], a ser resolvido em 32 lances;

4) Em 1980 a Federação Portuguesa de Damas (fundada em 18.05 desse ano) viria a homologar a “lei dos 20 lances” que passou a constituir a 26ª regra do jogo com a seguinte redacção: “Quando um jogador possuir um máximo de quatro peças, sendo pelo menos uma dessas peças dama, permitem-se 20 lances a cada um dos jogadores para se decidir do resultado do jogo. A contagem, que será efectuada para ambas as cores, terá início ao primeiro lance que ocorra após surgir a situação referida. Sempre que seja efectuado lance de peão, por qualquer dos jogadores, ou seja capturada alguma dama, a contagem reiniciar-se-á no lance seguinte.”;

5) A formulação atrás vigorou até finais do ano de 2000. Em 2001 as Regras Oficiais do Jogo de Damas Clássicas foram revistas (Assembleia Geral Extraordinária da F.P.D., de 21.01.2001) e a regra dos 20 lances passou integrar a alínea a) do 23º artigo e desde então tem a seguinte redacção (da autoria de Ruaz Ramos) “Quando, por qualquer dos adversários, forem efectuados 20 lances de dama(s) sem que qualquer das cores tenha efectuado movimento de peão, captura ou entrega de peça, considera-se o jogo empatado. Sempre que um dos tipos de lance mencionado for concretizado, a contagem reiniciar-se-á no lance seguinte. A referida contagem deverá ser efectuada por qualquer dos adversários assim que surja posição passível de aplicação desta regra” (b) (c);

6) No C.Tomar, de 06.04.2001 historiei a regra (lei) dos vinte lances e levantei a questão de ela não abarcar o final de Vaz Vieira [2D + 2P (04, 24) ´ D + 2P (08, 31)]. Este final “nasceu” em 1995, tendo Vaz Vieira demonstrado (na Enciclopédia Damista, Abril de 1995) que as brancas ganham tecnicamente, mas não cuidou de apurar se na linha mais longa aquela regra poderia ser observada (d);

7) Em 2005, Vaz Vieira resolve atacar a questão e faculta-me para publicação no Cidade de Tomar umas notas que serviram de base ao texto saído na edição de 10.06.2005 (em simultâneo no blogue “Damas”, como podem ver no endereço http://damas.blogs.sapo.pt/arquivo/662137.html). Dele extraio duas passagens:

I) “[...] E nele pode verificar-se que, partindo de certas posições do seu final, não é possível, cumprindo a “lei dos 20 lances”, obter o ganho para a cor em vantagem. Estava satisfeita a minha dúvida – ou melhor – a dúvida por mim veiculada, há 4 anos atrás.

II) “O dr. Vaz Vieira não tira consequências desta sua comprovação, a saber: Deverá a lei dos vinte lances ser modificada ou deverá admitir-se posições (e não serão poucas!) em que, por força duma convencional limitação, a cor em vantagem não possa ganhar o jogo?”

E a concluir: “Mas agora que se fica a saber que muitas posições do final de Vaz Vieira não são resolúveis em 20 lances espera-se uma posição oficial.”.

20 lances.jpg

Notas adicionais:

(a) É muito útil ler-se o texto do dr. Sena Carneiro, que representa a certidão de nascimento duma importantíssima regra.

(b) O espírito desta lei (regra) corresponde à “velha” regra dos 50 lances adoptada no xadrez a qual dispõe, mais ou menos isto: Se no decurso de 50 lances uma das cores não efectuar um movimento de peão o adversário tem o direito de reclamar o empate.

Em geral nunca é invocada porquanto os opositores reconhecem o carácter inerte da posição e um, ou outro, propõe o empate, que obviamente é aceite.

Nos últimos anos devido às análises a finais realizadas por meios computacionais a “regra dos 50 lances” foi substancialmente alargada, pois foi demonstrado que certos finais considerados impossíveis de ganhar, afinal podem não o ser!

(c) Aquele artigo (da limitação dos lances) passou também, e apenas, a contemplar [na alínea b)] a forçada. Consequente e logicamente a nova formulação da regra dos 20 lances englobou o saque.

(d) Recordo o que então escrevi: “[...] partindo-se da pior posição para as brancas e contra a melhor defesa, talvez, repito talvez, não seja cabível [ganhável tecnicamente] dentro dos 20 lances regulamentados. Ainda que remotamente, o condutor das brancas poderia ser prejudicado pela lei...

Seria conveniente que o próprio autor e, ou, a F.P.D., aclarassem esta questão. Tratando-se dum jogo racional (descontando o facto circunstancial da emoção poder interferir...) é importante que este ponto sombrio, esta dúvida, não subsista. E a subsistir pode acarretar graves problemas. A equipa directiva da F.P.D. andará avisada e agirá bem se os resolver... por antecipação!”.

(A Federação Portuguesa de Damas nunca tomou posição sobre esta problemática).

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 12:26

Quinta-feira, 25.12.08

Pare, pense e jogue – 157

Por Ludoxer

Jorge Gomes Fernandes

ppj-157.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (156)

A solução, a procura da vitória, não será difícil para quem esteja desperto para certas subtilezas artísticas (o problemismo é util!). Veja-se: 22-26, 19-14 (A); 26-29, 14-11 (B) (C) (D); 30-27 e 29x06 bloqueio simples e activo (E), GB.

(A) 19-15; 26-29 etc GB como na linha-tronco.

(B) 14-10; 30-27 e 29x05 GB.

(C) 31-28; 30-17 e 29-25 etc GB.

(D) 32-28; 30-17, 28-24; 29-19, 14-11; 19-14 etc GB.

(E) Quem teria sido o inventor deste bloqueio tão simples como belo? O primeiro trabalho que conheço que o apresenta é de Rafael Pedrosa Almeida. Mas sendo do ano de 1962, afigura-se-me provável que tenha antecendente(s). Alguém saberá (ou quererá) informar-me? Desde já, obrigado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 22:23

Segunda-feira, 22.12.08

As “diabólicas” - II

Por Luís Xavier

Mas as pretas escolhem um lance, na aparência, mais prometedor: 25-21; 02-05 (ainda que as pretas vejam a judia, ela até pode parecer uma “quase” safa para as brancas...), 09x02; 04-08, 02x15; 12x26, 20-15; 26-29

diab-2.jpg

As pretas estão (diabolicamente) perdidas!

15-11 (A) (B); 07-12, 16x07; 14-19!, 23x05; 29-12!, 17x10; 12x03x17x30x20x02x09 GB.

(A) Admitindo que as pretas suspeitam do veneno que possa haver na maçã, desculpem, no peão na #07, e optam por 16-12, segue-se: 07x16, 15-11; 29-15, 11-07; 14-19!, 23x05; 16-20, 17x10; 15-12!, 20x15; 12x03x17x30x02x09 GB.

(B) Já agora admita-se que as pretas jogam 15-12 (o Jorge não o considerou, mas é um seguimento também lógico para um adversário “de olhão”!), então 08x15, 23-20; 15-19, 27-22 (que remédio!); 19x26, 20-15; 26-30!, 15-11; 14-19 (não há golpe... há que continuar a luta), 11x04; 19-23 etc GB, nas calmas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 23:38

Quinta-feira, 18.12.08

Pare, pense e jogue – 156

Por Ludoxer

Ludoxer

ppj-156.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (155)

As brancas só podem aspirar ao empate, mas ele não deve ser procurado “sofregamente”. Para o conseguir a dama branca terá de se refugiar no rio. Mas é notório que as brancas não devem de imediato “mergulhar” nele com 12-19 por 25-29 GP. Em alternativa também não serve 12-16 (ameaçando 16-23) por 25-18!; 03x12, 18-27, bloqueio simples e activo, etc GP. Trata-se duma original ideia de Orlando Augusto Lopes, que publicou em 1950, sob o pseudónimo de “Ovo de Colombo”, um problema com este desfecho [03, (06) x (17), 21].

Posto isto, vamos ver como se safam as brancas: 12-15 (A), 07-04; 15-02/24, 04-08/14; 04-07 para 02/24-05/28 ocupando o rio E, ou 25-14; 04-07, “matando” uma dama adversa, E.

(A) Se 12-08/29; 07-04; 08/29-19, 30-26; 19x29, 04-08 etc GP.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 11:46

Segunda-feira, 15.12.08

As “diabólicas” - I

Por Luís Xavier

Há cerca de 10 anos, Jorge Gomes Fernandes, publicou no semanário Cidade de Tomar um artigo em que defendia ser o autor das “diabólicas”, nome por eram conhecidos, “em Moscavide”, segundo o próprio, dois golpes por si concebidos.

As “diabólicas” são pois dois golpes muito engenhosos a culminar uma dada linha de jogo. Quem possa aperceber-se (!?!) do primeiro, não tem como escapar do segundo, daí o “demoníaco” da situação.

Relativamente à “1ª diabólica” constava em Moscavide que ela pertencia a um certo jogador da terra, mas alguém teria espalhado a notícia de que já existia no “Cecina” (designação vulgar dum tratado clássico, que aborda várias partidas, e que teve muitas edições). Jorge G. Fernandes desconhecia-o, mas também não nos diz – se é que isso lhe era possível – se comprovou a informação.

No que toca à “2ª “diabólica” o Jorge G. Fernandes crê firmemente ser sua pois a considera “não acessível à visão” do alegado pater (o tal jogador moscavidense). E acrescentou, “... até o Artur (referia-se a um dos melhores jogadores almadenses de sempre) me agradeceu, pois julgava que se empatava ...”.

Vamos ver então as célebres (?) “diabólicas” e anotar umas ligeiras elucidações aos momentos críticos da linha, que o Jorge não quis fazer... Ele apenas desejou mostrar as suas (!) “diabólicas”.

10-14, 22-18; 05-10, 23-20; 12-15, 27-22; 07-12, 20-16; 03-07, 28-23; 15-19, 22x15; 12x28, 32x23; 01-05, 23-20 (isto continua a jogar-se... aqui as pretas também costumam responder 26-22, ainda que não impeçam 14-19); 14-19, 26-22; 19x26, 29x22; 08-12, 31-27; 10-14, 27-23; 05-10, 30-27 (tudo bem jogado e conhecido dos “feras”); 09-13 (gambito! Isto já implica um profundo conhecimento desta linha), 18x09; 10-13, 21-17; 06-10

diab-1.jpg
Jogam pretas
</b></p>

As pretas têm um peão a mais (que as brancas ofereceram), mas estão em inferioridade. O seguimento considerado correcto para assegurar o empate é por 09-05; 02x09, 25-21; 12-15, 14x21, 23-19; 07-12, 16x07; 21-26, 19x12; 26-29, 07-03; 29x08, 03-07 etc E.

Esta linha é um tanto “tortuosa”. Parece-me haver um rumo linear: 22-19; 14-18, 20-15; 11x20, 24x08; 18-21, 25x18; 13x31, 23-20 (não 19-15 por 07-12 e 04x27 etc. GB); 31-27/24/22, 20-15/19-15/09-05 etc E.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 23:29

Quinta-feira, 11.12.08

Pare, pense e jogue – 155

Por Ludoxer

Ludoxer

ppj-155.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (154)

No recente I Torneio Internacional “Cidade de Lisboa” sucedeu este final na 6ª sessão (última, 19.10.2008), na partida entre o argelino Mohamed Kaou e Vítor Oliveira (vencedor da competição). O jovem norte-africano soube equilibrar, deste modo: ..., 15-11; 18-22, 11-06; 22-27, 06-02; 27-31, 13-10!; 31-24!, 10-05; 08-12, 23-19; 16-20, 19-14 (para impedir 20-23); 24-31, 02x24; 31-18 e o Vítor teve de aceitar o empate.

De notar que todos os lances foram feitos a “grande velocidade”.

Sabemos que o Vítor tem um raciocínio rápido, mas no argelino pareceu-nos ser uma característica própria... ou força do hábito!

Do mestre Victor Oliveira recebemos um e_mail com o seguinte texto:
 
Boa tarde Lusodama:
 
Tentei enviar um comentário ao Pare, pense e jogue 154, mas não consegui, pelo que envio por aqui e peço para publicar depois.
 
O final está ganho, só por ter sido jogado a "grande velocidade" é que permiti o empate.
 
Na solução apresentada (como o jogo decorreu), a seguir a 08-12, 23-19; 16-20, agora não o 19-14 jogado por mim, mas sim o 02-11!!!, e agora se:
                                         - 20-23, 05-02 e G.P.
                                         - 24-31, 11x24 e G.P.
                                         - 12-16, 05-02!!! e agora se:
                                                                - 20-23, 19-14 e G.P.
                                                                - 24-31, 11x24 e se:
                                                                                  - 31-22, 24-11 e G.P.
                                                                                  - 16-20, 24x11 e G.P.
                                                                                  - outra, 24-28 e G.P.
 
Obrigado.
Os meus cumprimentos e um grande abraço.
 
Victor Oliveira
 
Assinado por Tiago Manuel, foi colocado o seguinte comentário no PPJ - 154:
 
esta posição é de emp facil. 15-11 18-22 11-6 ( e aqui em vez do 22-27) 16-20!! 23x16 e agora sim o 22-27 e esta posição é de emp. com os melhores comprimentos Tiago Manuel
Enviado por Tiago Manuel em dezembro 13, 2008 04:12 PM

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 11:43

Segunda-feira, 08.12.08

Espaço RR - 6

Por Ruaz Ramos

Escrevam as vossas opiniões nos comentários ou enviem por e_mail para lusodama@sapo.pt .

Em alguns destes artigos poderá encontrar, mais abaixo, a solução dos desafios colocados, no entanto, é preferível “espreitá-la” após tentarem resolvê-los.

Enviado em Fevereiro de 2008.

esp-6.jpg
Jogam as Brancas e ganham

Solução: 26-29 e 13-06.

Nota de Lusodama:

Como os damistas portugueses não fazem críticas nem comentários, esta semana colocamos um comentário que um brasileiro colocou no espaço http://www.youtube.com/lusodama.

Parabens amigo por seu trabalho. Embora eu tenha preferência por jogo de damas com regras Brasileira, seu vídeo só comprova o grande universo do nosso esporte mental. Continue divulgando esse jogo maravilhoso. Abraços.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 18:19

Quinta-feira, 04.12.08

Pare, pense e jogue – 154

Por Ludoxer

Mohamed Kaou x Vítor Oliveira

ppj-154.jpg
Jogam pretas e?

Solução do pare, pense e jogue (153)

Os peões pretos são muito ameaçadores pelo que o empate parece ser o desfecho lógico. Mas em damas abundam os recursos tácticos cuja principal virtude é troçar da “lógica”!

Solução: 22-26, 14-11; 03-17, 11-07; 26-29, 16-12 (A); 17-03!, 07-04; 03x16, 04-14; 16-07 e 29-25, bloqueio simples e activo, GB.

(A) 07-04/03; 29-25/15-20 etc GB.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 11:39

Segunda-feira, 01.12.08

Curta-Metragem 53

Por Ludoxer

Jogo disputado por N.N. x N.N., Algures, na data xx.xx.2008.

1)10-14, 22-18; 2)12-15, 23-20; 3)05-10, 27-22; 4)14-19, 21-17; 5)10-14, 25-21; 6)01-05, 20-16; 7)05-10, 30-27; 8)19-23, 28x12; 9)08x15, 29-25

cm-53 - ludoxer-NN.jpg

Jogam as Brancas e Ganham

Solução da Curta-Metragem 52

7) …, 20x11; 8)07x23, 27x20; 9)16x23, 31-28; 10)23x32, 22-19; 11)32x21, 26x01 e as Negras ganham.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 14:23


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031