Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

damas2



Segunda-feira, 16.03.09

O mais fascinante, explorado e cobiçado mini-final - II

Por Luís Xavier

Houve ainda quem tentasse colher novos frutos de tão frondosa árvore (é o que nos sugere aquelas belas ramificações):

II – (11) x 23, 26 JBG

Evaristo Borges, 1953

Mário Dinis Vaz, 1968

Jorge G. Fernandes, 1983

... esqueceram contudo o caminho já trilhado por Sabater, 1904 e ainda o descoberto por Humberto Duarte Silva, 1953:

fascinante 2.jpg
Jogam pretas e brancas ganham

-se 26-22; 07-11 e

      = 22-19; 11-14 e 24-28 etc GB.

      = 23-19; 11-20! e 20-27 etc GB.

          -se 23-20; 07-16, 20-15; 16-30 etc GB.

Pela conjugação de ambas as manobras, esta e a de Sabater, fica demonstrado que a posição referenciada com II – tem dupla solução: 11-06 e 11-07.

Evaristo Borges, em 1953, ainda lhe deu mais um toque ao mudar o enunciado da posição II para JPBG. E insistiu com estoutra: (24) x 23, 26 JBG, que o leitor decerto já percebeu (e comprovará no tabuleiro) ter também duas chaves: 24-06 e 24-11.

E nem mesmo passando o pp. da #26 para a #25, obteve algo de perdurável (E. Borges, 1953) já que 24-06 (ganhando como indicou Sabater, caso as pretas joguem 25-21) ou 24-11, como pretendia, ou ainda 24-28, 23-20; 28-14 etc GB (LX).

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 17:13



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031